Bem vindo! Willkommen! Você chegou  a “casa virtual” da Zotter Chocolates. Aqui você encontra notícias sobre os bastidores da fantástica fábrica de chocolates, detalhes e curiosidades sobre nossas linhas de produto, novidades sobre orgânicos e comércio justo, receitas de lamber os beiços e muito mais.

  • Academy-Of-LondonSlider

    Zotter premiado em Londres

    Chocolate Premiado em Londres Zotter ganha diversos prêmios: 2 x Ouro, 8 x Prata e 5 x Bronze Todos os...

  • Header

    Labooko Coco

    De formato pouco comum, Andreas H. Gratze optou por compor a embalagem da “barra com espírito caribenho” na Era Eduardiana...

  • Slider

    Lançamento: Labooko Superfood “Medium Raw” 75%

    A Zotter criou esse “super-chocolate”, assim chamado por conter “super ingredientes” (Superfood). Além dos anti-oxidantes contidos nos 75% de porcentagem...

  • Slider

    Chocolate da Índia?!

    Cacau da Índia? Com certeza não é de forma alguma algo a que se associe de imediato com o país...

  • SolarPanel

    De onde vem a energia?

    Global Nos meses frios, é quando se percebe mais particularmente, a ausência de energia. Alguns raios de sol podem ajudar...

  • slider

    Labooko Coco e Comfort Food

    Ao provar o chocolate Labooko coco, eu tive uma epifania. Um insight. Durante a degustação, minhas células olfativas e gustatórias...

  • ZotterHandscooped

    Biografia Zotter / Linha do Tempo

    Josef Zotter, nasce em 21. de fevereiro de 1961 em Feldbach (Estíria, Áustria). Aprendizado da profissão de cozinheiro/garçon e confeiteiro...

  • Cacaulindoslider

    Qual a diferença entre chocolate orgânico e não-orgânico?

    Esse post inaugura uma série de investigações sobre chocolate orgânico. Na verdade, de muitos dos ingredientes que estão envolvidos na...

  • ImagemSlider

    Zotter do Grão-à-Barra

    Como é feito o chocolate? O chocolatier Josef Zotter faz suas criações na propria fábrica, processo conhecido como Bean-2-Bar (Grão-à-Barra)...

  • FamiliaMitzi1

    Ousados, Selvagens e Redondos – Família Mitzi Blue

    Ousado, selvagem e redondo – Mitzi Blue está engajado com as últimas tendências. Títulos Cativantes, design moderno e um pequeno...

JuliaEmPe

Julia Zotter em viagem de pesquisa ao Brasil: o que ela desejava encontrar, já era sabido. O que ela irá encontrar e vivenciar lá, por sorte, não.

CubaCacau2

Julia Zotter já acompanhou seus pais em viagens de pesquisa sobre cacau. Desta vez ela fará o caminho sozinha. Aqui é indescritivelmente quente e não existe a mínima possibilidade de brisa. Ela no entanto, tem grandes planos. Por um período de dois meses Juria irá explorar um novo campo de pesquisa para a produção de cacau. Para esse processo específico Não existe até o momento dados concretos, tampouco bases científicas confiáveis.

Mas há um fazendeiro de cacau que produz um cacau incrivelmente bom e ele tem uma dica secreta: o fruto do cacau…

Do outro lado, no campo de pesquisa Julia descobriu que Helmut Weiss do Serviço Alemão de Desenvolvimento já trabalha na área. Ele é o seu primeiro ponto de contato e um bom amigo. Helmut Weiss trabalhou por três anos no Brasil e é responsável, dentre outras coisas, pela coordenação do trabalho dos produtores de cacau que têm parceria com a Zotter. No início deste ano, era ele quem coordenava uma pequena delegação de produtores de cacau especialmente para escoar toda produção local para a Zotter.

Agora Julia é sua convidada. Eles irão juntos no pequeno escritório do DED – Deutschen Entwicklungsdienst (Serviço Alemão de Desenvolvimento) na fronteira de Altamira. Aqui diversos projetos são executados conjuntamente. Até mesmo o ativista mais conhecido  atualmente pelo seu engajamento político e social, o bispo Erwin Kräutler – que receberá o Right Livelihood Award (o prêmio Nobel alternativo), em 2010 – já está sentado no local. Ele tem feito regularmente campanha envolvendo os projetos sociais com os produtores de cacau locais. O Cacau tem a vantagem de poder ser cultivado de forma harmônica com a natureza. Então, é ambientalmente amigável e, portanto, representa uma fonte ideal de renda para a população indígena. Há cerca de 400 tribos indígenas que vivem na Amazônia. O Presidente do Brasil, Lula e seu governo preocupam-se muito pouco com a população indígena. Atualmente,  ele planeja o projeto da barragem gigante de Belo Monte, chamado por Kräutler ironicamnte de Belo Monstro. Nesse projeto, está prevista a inundação de grandes áreas e a população indígena consequentemente perderá seus meios de subsistência, algo que já lhes foi atribuído por lei.

TerraRoxa2

A cidade onde Julia está agora, seria apenas uma península em um lago morto. Belo Monte é apenas um exemplo, do que está prestes a acontecer a nas grandes áreas da Floresta Amazônica: projetos visando só e unicamente o lucro. A Transamazônica (uma mega auto-estrada que atravessaria toda a Amazônia – planejada e iniciada durante a Ditadura Militar, no início dos anos 70) foi um projeto megalomaníaco similar. Os quatro mil e meio quilômetros de comprimento de estrada seriam construidos indo do Nordeste ao Oeste através da floresta. À custa dos povos indígenas e da ecologia, o governo militar conseguiu dar acesso aos especuladores, madeireiros, grandes empresas agrícolas e empresas de petróleo na floresta amazônica. Nos primeiros 1230 km, a Transamazônica ainda é algo transitável, o resto é história. Julia está aos solavancos com Helmut em jipe ​​no terreno vermelho da Amazônia.

Mapa

Ela está a caminho e um encontro com  Darcirio Vronski, um produtor de cacau que  é legendário na região. Darcirio chegou àquela área no momento de migração em massa para a Amazônia e ele foi um dos poucos que permaneceram. O ambiente lembra mais o Wild West (o Velho Oeste americano) e não a selva amazônica, como se imagina. Naturalmente, as pessoas aqui são um pouco reclusas, mas também incrivelmente abertas e de bom coração. Apesar da Internet não existir, há uma  uma rede bem forte e coesa formada pela população local.

Amanhã começa o primeiro dia do projeto de Julia. Ela está muito animada, porque Helmut retornará a Altamira e ela deverá cuidar de si mesma a partir de agora. Um mês de curso intensivo de Português, será que terá alguma serventia para o projeto de Julia? Ela  começa a trabalhar imediatamente. Antes de começar qualquer tarefa – é construído, com a ajuda de Darcírio, por meio de um tronco de árvore uma espécie de caixa de fermentação para os experimentos já pré-definidos. A fermentação é o verdadeiro “truque” no refinamento do cacau. Aqui, o aroma especial de cacau mostra-se em toda sua magnitude. Se a fermentação falhar muitos produtores de cacau acabam por produzir uma matéria-prima de qualidade inferior com aromas insignificantes ou comuns demais. Até diversos sabores de presunto podem ser desenvolvidos por meio desse mesmo método. Vronski é um mestre da fermentação. Normalmente o cacau é fermentado em sua própria polpa. O projeto de pesquisa de Julia visa fermentar cacau juntamente com polpas de outras frutas e assim transferir e amalgamar sabores. Aqui, no procedimento proposto por Julia – o cacau é normalmente colhido, fermentado e seco, e depois é novamente fermentado com uma polpa de fruta diferente e por fim, mais uma vez seco.

Fermenting

Julia começa o experimento com abacaxi, mamão, cupuaçu, manga, cajá e cacau. Naquela mesma semana Vronski sofre um grave acidente de ônibus. No ocorrido, muitas pessoas morreram presas nos escombros do veículo, ele por sorte sobreviveu. Porém sua família foi completamente dizimada. Julia está indecisa se deve ir embora ou  ficar e dar continuidade ao trabalho. Ela decide permanecer e ajuda seus anfitriões como pode. Aprende a matar e depenar galinhas, ajuda na colheita e por fim acaba ela própria sendo hospitalizada, porque os facões não são nada fáceis de manusear e extremamente afiados para iniciantes como ela. Tão logo Julia teve a ferida costurada,  está de volta a Ambulância. Fazer uma simples limonada também não é fácil. Você não aprende de maneira tão costumeira. Dessa vez não são pontos que vão costurar essa nova ferida. Enquanto vestia-se, Julia infelizmente, foi pêga de surpresa por uma tarântula e sua pele passou a queimar terrivelmente como o fogo do inferno. Por um “fio de cabelo” Julia também quase pisa em uma das serpentes mais venenosas da América do Sul, mas, felizmente, não precisamos continuar a descrever este episódio, pois dessa vez ela foi poupada. Apesar dos pequenos desastres e incidentes, os experimentos dão resultados excelentes.

Distribuição

Julia não se deixa de maneira alguma perturbar pelos percalços. Ela faz uma rodada de testes relacionados ao gosto resultante da experiência e daí aparece uma nova idéia. A segunda família que a acolheu proporciona a oportunidade de Julia expandir os horizontes Nene Mota faz uma pré-fermentação das polpas de frutas. Isto permite que o chocolate absorva melhor e de maneira mais intensiva os sabores das frutas. Ao final do seu trabalho Julia tem uma mistura singular de cacau com 13 frutas diferentes. Do cacau à mistura cacau-fruta. É uma inovação. Inventiva é também a apresentação final do experimento conduzido por  Julia. Para a exposição dos resultados ela convida os produtores de cacau e  todos os demais interessados​​. Os agricultores ficam surpresos e animados, porque normalmente, os pesquisadores simplesmente viajam para colher amostras e voltam em seguida para conduzir os experimentos em seus laboratórios. Essa pesquisa foi feita in loco, com a participação dos agricultores, algo que ninguém havia feito antes aqui. Julia dispensa os segmentos teóricos complexos do processo e explica de forma acessível ao público o que acontece quando você mistura polpas de frutas com chocolate. O aplauso ao final é certamente garantido.

AbrindoCacau2

A sereia vegan e o drinking chocolate de avelã
De Qualidade Mundial

2 Comments

LEAVE A COMMENT

FEEDBACK